E as meias, como escolher?

Na hora de comprar seu tênis, sua bota ou suas meias, lembre-se de que é ele que te levará em segurança e conforto até a linha de chegada. Por isso, sua escolha merece toda atenção e cuidado.

Pense também no seu tênis ou na sua bota como um equipamento. Não se deixe levar por opiniões dizendo que esse é o modelo ideal, que aquela marca é a melhor do mundo etc. Não existe verdade absoluta. O melhor calçado é aquele que fica perfeito no seu pé e atende às exigências da atividade que você fará.

Os seus pés poderão inchar um pouco em algumas situações. Portanto, é possível que um calçado com um número acima do seu seja o ideal. Além disso, qualquer calçado sofre algum ajuste lateral. No entanto, não pense que, com o uso, ele alargará na região dos dedos.

É importante lembrar também nas descidas. Um calçado muito justo poderá fazer com que você perca unhas ou tenha dores horríveis nas pontas dos dedos quando fizer uma descida longa e acentuada. Por outro lado, se o tênis ficar muito grande, seu pé poderá deslizar, gerando mais atrito e aumentando as chances de ocorrência de bolhas.

Vai caminhar por trilhas? Por quanto tempo? Vai correr nas montanhas? No asfalto? Vai para o Caminho de Santiago? Usará mochila? Como estará o clima? Como será o terreno?

Com algumas informações, você poderá descobrir que precisa de uma bota impermeável. Ou um tênis com travas mais agressivas. Ou mais amortecimento. Talvez, no fim, você perceba que o ideal é ter um monte de calçados para as diferentes atividades que fará. 

Fora o calçado ideal, temos que pensar nas meias. Muitos acham que todas as meias são iguais. Meia é meia! é uma frase bastante equivocada.

Assim como o tênis, as meias precisam ser encaradas como mais um equipamento.

Devemos buscar meias com a menor quantidade possível de algodão na composição ou até mesmo sem algodão. O motivo é simples: quando ela fica úmida ou molhada demora muito a secar. Portanto, opte por fibras que repelem água.

Também consideramos muito importante o acabamento das meias na região dos dedos. Se puder, dê preferência às sem costura, que garantem mais conforto e causam menos bolhas.

Outra discussão constante é sobre o uso de duas meias, uma fina e outra mais grossa. Antigamente, considerava-se obrigatório o uso das duas. A primeira, chamada Liner ou antibolhas, é uma meia fina que fica bem justa nos pés. A meia mais externa, combinada com a Liner, tem o efeito de diminuir o atrito dos pés com os calçados.

Atualmente, consideramos que a melhora na qualidade das meias, como o uso combinado de diferentes fibras sintéticas ou naturais, permitem o uso de apenas uma camada.

Por fim, devemos escolher uma meia mais fina ou mais grossa? Essa escolha é muito pessoal e vai de acordo com as preferências de cada um. Ou seja, é muito importante a tentativa-erro-acerto.

  • Comments ( 0 )

  • Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

TOP